• Antônio Vieira

Manutenção em imóveis alugados: De quem é a responsabilidade?

Que a verdade seja dita: Durante um período de locação os imóveis pode sim, apresentar problemas que necessitam de reparos, sejam eles imediatos ou aqueles que podem esperar um pouco, mas precisam ser reparados.



Mas a principal dúvida: De quem é responsabilidade? Assim com esse artigo vamos apresentar as responsabilidades de cada parte envolvida no processo, (proprietários e inquilinos).


Vamos começar com os Inquilinos, ou chamados Locatários:

Limpezas, manutenções preventivas e preditivas, instalação ou troca de itens que são facilmente substituídos ou podem ser retirados ao término do contrato:


· Troca de lâmpadas, instalação de soquetes e luminárias

· Troca de miolos de fechadura

· Troca de resistência ou desobstrução de chuveiros

· Instalação/substituição de assentos sanitários

· Dedetização em caráter preventivo ou corretivo

· Manutenções preditivas de ar condicionado e aquecedores (troca de pilhas, filtros, mangueiras, flexíveis, diafragmas, limpeza, regulagem, etc.)

· Manutenções de itens de uso contínuo e reparos de problemas ocasionados pelo desgaste natural dos componentes do imóvel:

· Mau funcionamento de torneiras, sifões, registros, duchas higiênicas e descargas

· Vedação ineficiente de pias, cubas e vasos sanitários

· Ralos, vasos sanitários, pias e tanques entupidos

· Mau funcionamento e vedação ineficiente de box

· Manutenção de falha no rejunte de pisos e azulejos

· Mau funcionamento de tomadas, interruptores, pontos de luz

· Manutenção de móveis com a funcionalidade comprometida

· Mau funcionamento de cortinas e persianas

· Mau funcionamento de portões externos

· Manutenção de cortinas de vidro


Agora, vamos com os proprietários:


Problemas provenientes da estrutura e instalações internas que afetam a habitabilidade e/ou colocam em risco a integridade do imóvel e dos moradores:


· Infiltrações

· Problemas hidráulicos que necessitem quebra de paredes (consertos em tubulações e troca completa de registros gerais ou válvulas)

· Problemas na fiação elétrica e no quadro de forças

· Vazamentos de gás

· Problemas em peças de ar condicionado e aquecedores que não são trocadas em manutenções preditivas (placas, sensores, válvulas, condensadoras, unidades de comando, etc.)

· Janelas com folha solta ou entrada de água pela esquadria

· Descupinização, quando iniciada em objetos de madeira do imóvel

· Estufamento/descolamento de revestimentos de paredes e pisos

· Problemas em telhados

Benfeitorias que podem ser negociadas com os proprietários:


Melhorias que agregam valor, usabilidade ou segurança ao imóvel:

· Envidraçamento de sacada

· Troca de piso

· Instalação de redes de proteção

· Pintura

· Chaves de portas internas e instalação de chave tetra

· Instalação de móveis

· Troca do modelo e voltagem de tomadas

· Reforço elétrico para maior suporte de equipamentos e adequação de normas vigentes

· Instalação de ar condicionado

· Instalação de pressurizador para maior vazão hidráulica

· Desobstrução de conduítes para instalação de TV e internet


Aqui na Legalize Imobiliária, trabalhamos para que todos os locatários se sintam literalmente na sua casa durante todo o período de locação, e por isso temos plena convicção que em sua grande maioria desejam promover alterações e modificações no imóvel, afim ter sua identidade e oferecer mais conforto. Mas, entretanto, ressaltamos que estas benfeitorias sejam elas de qualquer espécie deve ser autorizada pelo proprietário, e caso mesmo assim sejam executadas o locatário deve estar ciente, que o mesmo deve ser devolvido da forma na qual foi lhe entregue no início da locação.

Aqui na Legalize Imobiliária, caso precise comunicar um reparo, ou negociar uma melhoria no imóvel você pode acessar um de nossos canais de atendimento, e ainda baixar nosso aplicativo - clique aqui e baixe agora, e fazer tudo pelo conforto de sua casa.


Se ficou alguma dúvida, não perca tempo, entre em contato com nosso time.